June 26, 2018 at 07:59AM

By 26/06/2018Instagram

…Não pensa do doce. Não come o chocolate. Faz dieta proibitiva. Controla a alimentação. Não come certos tipos de alimento. Reduz a quantidade… etc etc etc. Sabe de uma coisa? O cérebro está preparado para observar atentamente aquilo que você falou e ficar tão fixado nisso que provavelmente vai fazer com que justamente o que estava tentando evitar, aconteça. Já clicou em vídeo com o título ‘não assista esse vídeo’? Já viu criança fazendo exatamente o que falaram para não fazer? Pois é. Está aí mais um motivo pelo qual restringir, cortar ou tentar proibir é um tiro no pé. Cria fixação, obsessão e compulsão. Depois de um episódio de restrição ou proibição vem SEMPRE um de compulsão. E quando nos libertamos de tudo isso, quando paramos de proibir e começamos a prestar atenção em nós mesmos e nas nossas vontades (e aprender com elas), o último episódio de compulsão pode até acontecer, mas se passarmos por ele sem proibir de novo, do outro lado tem equilíbrio e LIBERDADE construídos. É até estranho pensar que isso é possível. Acredite em mim, eu também achava que a única forma de emagrecer e manter era achar a dieta proibitiva correta ou era ter mais persistência ou força de vontade. Quer saber um segredo? Isso SÓ ME FEZ ENGORDAR! Não era falta de persistência ou força de vontade, era ESTRATÉGIA ERRADA. Somos um SISTEMA e grande parte dele funciona fora do nosso controle. É preciso ajustar a comunicação com esse sistema para que você faça as pazes com você mesmo, trabalhe à seu favor e possa usar estratégias muito mais eficientes e de resultados muito mais autênticos. Se a sua sensação é de luta e controle constante, talvez esteja na hora de repensar algumas decisões. Esteja acompanhado de profissionais qualificados que te amparam e descubra-se! #controle #compulsao #dietaproibitiva #dieta #restricao #liberdade #equilibrio #corpomente #coracao #alma #coaching #pnl #autoconhecimento #desenvolvimentopessoal #emagrecimento #saudesistemica #mudancasustentavel Via Instagram https://ift.tt/2lwzWh8

Comentários

comentarios